KTM BIKES BRASIL

Pedalar faz bem para o corpo, para a mente e também para o meio ambiente, ou seja, é uma atividade altamente benéfica em todos os aspectos. Além dos cuidados com segurança e equipamentos, uma parte bastante esquecida algumas vezes é a respiração. Principalmente em percursos mais longos, respirar corretamente ajuda a manter a energia e o pique e ainda a evitar dores.

bikePedalando e respirando 

Talvez uma das maiores dificuldades para respirar durante a pedalada seja nas subidas. Nessas situações, o ideal é respirar fundo pelo nariz e em grande quantidade, bem devagar. Encha bem os pulmões e só então solte o ar lentamente, com a boca em posição de “soprar”, juntando os lábios.

Nesse tipo de respiração, o ar entra mais lentamente pelas narinas, e tem tempo de ser filtrado pelos cílios nasais e aquecido, sem que o atleta fique com a boca seca. Soltar o ar pelo nariz também é permitido, mas dependendo da velocidade em que o ciclista se encontra, pode fazer com que ocorra uma leve sensação de dificuldade na respiração.

Durante a respiração normal, uma média de 20 músculos do corpo são movimentados, como os das costas, do diafragma e do abdômen. Se a respiração é ineficaz, esses músculos e outros do organismo também são afetados, e ocorre um fenômeno em que a circulação sanguínea dos músculos periféricos é toda redirecionada para a musculatura responsável pela respiração, para dar conta da sobrecarga respiratória.

Para o ciclista, além da respiração, é importante estar posicionado corretamente na bike, pois uma coisa influencia a outra. Ou seja, se houver uma posição inadequada, pode haver tensão muscular, que por sua vez alterará o respiro.

Portanto, tenha em mente que a respiração correta ajuda a oxigenar de maneira ideal todo o organismo, fornecendo energia para que todo o percurso seja feito com agilidade, tranquilidade, conforto e segurança!

Topo da PáginaTopo da Página
Voltar para página principalVoltar para página principal